O que tocou hoje?

Sexta-feira repleta de acontecimentos no Bandejão! Joyce Castello preparou o Receita com a banda californiana The Beach Boys. Já os outros bandejetes, ficaram por conta da ótima entrevista com a banda Zambabem, responsável por um som ao vivo muito legal que rolou durante o programa. Confira aí a playlist coração de mão, com direito a banda indie venezuelana Jóvenes y Sexys:

Duo venezuelano Jóvenes y Sexys com sua música indie folk no Bandejão.

1º Bloco

Traveling Wilburys – Every
Kings Of Leon – Sex On Fire

Pato Fu – Eu

Curumin, BNegão e Lucas Santtana – Caixa Preta

Jóvenes Y Sexys – Gold Day

Peter Yorn & Scarlett Johansson – Relator

Ludov – Vinte Por Cento

2º Bloco

Lily Allen – Not Fair

The Kinks – You Really Got Me

Pullovers – Tudo Que Eu Sempre Sonhei

Raul Seixas – Cowboy Fora Da Lei

The Animals – House Of The Rising Sun

3º Bloco

Maestro Pestana – Corpus Juvene

Queen – Bohemian Rhapsody

The Strokes – Trying Your Luck

Titãs e Marisa Monte – Flores

The Yardbirds – Stroll On

4º Bloco – Bandejão Receita THE BEACH BOYS

The Beach Boys na época de Pet Sounds: imprenscindíveis para o Pop e o Rock.

Surf Rock, Sunsinhe Pop, Pop Psicodélico, Rock Psicodélico, Pop Barroco e Art Barroco. É por essa variedade de gêneros que a bandaThe Beach Boys passeia ao longo de sua carreira.

A formação original da banda traz  os irmãos Brian Wilson no vocal, teclado baixo e percussão, Carl Wilson com vocal, baixo, guitarra, teclado e percussão e Denis Wilson na bateria, teclado e voz, o primo Mike Love no vocal e o amigo Al Jardine por conta do baixo, da guitarra rítmica e também do vocal.

Os cinco integrantes originais já tocavam juntos desde os anos 50 e até então, a banda chegou a ser chamada de Pendletones,Kenny & CadetsCarl and Passions. Só em 1961 que os rapazes de Hawthorne, na Califórnia, passaram a se chamar The Beach Boys. No mesmo ano de 61, lançam seu primeiro compacto, chamado Surfin.

Em 1962, a banda ganha o vocal e a guitarra de David Marks.No ano de 63, lançam três álbuns, o álbum Surfin’ USASurfer Girl eLittle Deuce Coupe. Em Surfer Girl, Brian Wilson assumir a liderança da produção dos álbuns.

Após escutar o Rubber Soul dos Beatles, Brian Wilson resolve competir com os ingleses. Da rivalidade, é lançado em 16 de maio de 1966 o álbum Pet Sounds, disco definitivo para o Pop e o Rock de todos os tempos. A Em Pet Sounds, estão músicas como Wouldn’t It Be Nice, God Only Knows Caroline, No.

De 1967 até 76, Brian Wilson se afasta do grupo, dando espaço para que a genialidade dos outros componentes também impressione.

Entre 1989 e 1992 lançam os últimos álbuns de estúdio com canções próprias, álbuns que não correspondem à genialidade dos álbuns anteriores.

No ano de 2006, o aniversário de 40 anos do lançamento de Pet Sounds foi celebrado pela crítica e pelos fãs de música e, em dezembro de 2009, a banda se apresentou no Brasil. Entre os membros atuais, o único que fez parte da formação original é Mike Love. A apresentação aconteceu em São Paulo.

Ao longo da carreira, os Beach Boys lançaram 28 álbuns de estúdio.

Don’t Worry Baby

California Girls

Kokamo

Surfin’ USA

Fun Fun Fun

Sloop John B

God Only Knows

Wouldn’t Be Nice

Anúncios

O que tocou hoje?

CéU

A segunda-feira enevoada foi dia de Carol Ruas apresentar o Bandejão! Na programação muita música brasileira e um bocado de regional! Teve até música francesa, com Louise Attaque! Isso porque segunda é dia de especial, e se tem Carol Ruas, tem música independente, aquelas que a gente nunca ouviu falar, nunca ouviria no rádio, mas que mesmo assim tem alta qualidade, uma contribuição para a cultura musical de qualquer um!  O Independente Bandejão Clube de hoje foi sobre indie folk, a vertente da música tradicional americana na contemporaneidade.

Confira a playlist completa abaixo!

1º Bloco:

Ana Cañas – Esconderijo

Céu – Frevo da saudade

Arnaldo Antunes – Ta pensando qeu eu sou loki

Lenine – Hoje eu quero sair só

Bossacuca nova (Claudia Telles) – Samba de uma nota só

Fernanda Porto anda Chico Buarque – Roda viva

2 Bloco:

Los hermanos- mais uma canção

Dresden dolls – coin-operated boy

Moveis coloniais de acaju – O tempo

The who – I cant explain

Beatles – Lucy in the sky of diamonds

Oasis – Gas panic

3ºBloco:

Cordel do fogo encantado – Saudade

Chico Science – Maracatu atômico

B Negão (Raul) – Fim de mês

Curumim – Kyoto

Mombojó – Casa Caiada

Mutantes – ando meio desligado

Fernanda Takai – Lindonéia

Louise Attaque – Vous avez l’heure

4º Bloco: Especial *Independente Bandejão Clube*

Golden Apples of the sun

Coletênea dos new weird americans, a nova onda folk-psicodélica americana

Hoje, o Independente foi sobre o Indie Folk, uma tendência da música contemporânea, de resgatar o folk americano dos anos 50/60 e misturar com novos estilos, principalmente de música eletrônica.

Há pouco tempo surgiu uma considerável leva de cantores e cantoras que estão retomando a temática do folk, inicialmente música regional. Mas o folk agora vez repaginado, mais moderno e mais sintético. Ao invés do violão e da sonoridade crua de Joan Baez e Bob Dylan, a gente escuta um som muito mais produzido e na maioria dos casos, eletronicamente tratado.

Um pouco mais do que tocou no programa!

Noah and the whale – Jocasta

O Noah and the Whale é um dos representantes do novo folk americano. Com um som mais tradicional, violões e teclados fazem quase todo o trabalho nas suas músicas. Eles frequentemente são comparados a nomes já consagrados como Belle and Sebastian e Louise Attaque.

Animal Collective – My girls

É dificil definir o som do Animal Collective.
Eles fazem músicas muito diferentes que vão do rock psicodélico ao folk, mas um folk diferente, o que eles chamam de freak folk.
Devendra Banhart

Devendra mistura Bob Dylan com Caetano Veloso

Devendra Banhart – Now that I know

Também é americano, mas morou grande parte da vida na Venezuela, e foi batizado com um nome indiano (Devendra significa “rei dos deuses” ou “rei dos céus”). Sua música é um mix do folk norte-americano com o tropicalismo brasileiro (Devendra é apaixonado por Caetano Veloso) e ainda consegue misturar um pouco de glam rock.

Em 2004, Devendra organizou uma compilação com 20 artistas do movimento freak folk para o disco The Golden Apples of the sun. No álbum, vários artistas contemporâneos conhecidos como the new weird americans, dão uma amostra dessa nova vertente que mistura folk com eletrônico. São descendentes de Dylan que misturaram um pouco de psicodelia e o clima mais pessimista da contemporaneidade. Rio en Medio, CocoRosie e Vetiver, são alguns dos artistas que participam.

Rio en medio – Tiger’s ear

Pseudônimo de Daniele Stech-Homsy, americana nascida em New Mexico. Rio en medio gravou seu primeiro album em 2007, independentemente e secretamente, afinal de contas, ninguém sabia seu nome fato.

O disco The bridge of dynamite remonta aos temas do folk tradicional americano, com adicionais de tropicalia, música hispânica e programação eletrônica. Tem um quê de psicodelismo dos anos 60 e barulhinhos estranhos.

Cocorosie – Terrible Angels

CocoRosie é um duo de irmãs meio americanas e meio francesas, Bianca (Coco) e Sierra Rose (Rosie). As duas fazem um som que varia do indie pop, passa pelo folk americano e chega ao que os críticos de música andam chamando de ‘dream pop’. Elas já tem quatro álbuns lançados por selo independentes e já são consideradas referência para diversos artistas contemporâneos. Há pouco tempo, Rosie montou um projeto paralelo, também de dream pop, chamado Mettalic Falcons.

Vetiver – Angel ‘s share

O Vetiver é uma das bandas do novo folk americano de sonoridade mais clássicas. Mas ainda assim, eles adicionam violoncello e violino misturados a guitarras de base.

Baixe o torrent de The Golden Apples of the sun!

  • Agenda

    • outubro 2017
      S T Q Q S S D
      « maio    
       1
      2345678
      9101112131415
      16171819202122
      23242526272829
      3031  
  • Pesquisar